Nosso Blog

#2 Série Vocacional sobre o Sacerdócio: 15 exortações e resoluções de Santo Afonso Maria de Ligório sobre o estado sacerdotal.





Depois de ordenado sacerdote, Santo Afonso escreveu 15 exortações e resoluções sobre o estado sacerdotal.


1. Sou sacerdote, a minha dignidade está acima da dos anjos; deve ser pois a minha vida duma pureza angélica, para a qual sou obrigado a tender por todos os meios possíveis.

2. Um Deus digna-se obedecer à minha voz; com melhoria de razão devo eu obedecer à sua, obedecer à graça e aos meus superiores.

3. A santa Igreja honrou-me; é necessário que por minha vez eu a honre, com a santidade da minha vida, com o meu zelo, com os meus trabalhos etc.

4. Eu ofereço ao Padre eterno Jesus Cristo, seu Filho; logo é do meu dever revestir-me das virtudes de Jesus Cristo, e tornar-me capaz de tratar o mais santo dos mistérios.

5. O povo cristão vê em mim um ministro de reconciliação, um mediador entre Deus e os homens; logo é necessário que eu me conserve sempre na graça e amizade de Deus.

6. Querem os fiéis ver em mim um modelo das virtudes a que aspiram; devo portanto edificá-los a todos e sempre.

7. Os pobres pecadores, que perderam a vida das graça, esperam de mim a sua ressurreição espiritual; é necessário pois que eu trabalhe nela, pelas minhas orações, exemplos, palavras e conduta.

8. Preciso de coragem para triunfar do demônio, da carne, e do mundo; logo devo corresponder à graça divina, para os combater vitoriosamente.

9. Preciso de ciência para me tornar capaz de defender a religião, combater o erro e a impiedade; devo pois aproveitar-me de todos os meios possíveis para adquirir essa ciência.

10. O respeito humano e as amizades mundanas desonram o sacerdócio: logo devo ter-lhes horror.

11. Nos padres, a ambição e o espírito de interesse conduzem as mais das vezes à perda da fé; devo pois abominar esses vícios como origens de reprovação.

12. Em mim a gravidade e a caridade devem ser inseparáveis: serei portanto prudente e reservado, principalmente a respeito das pessoas do outro sexo, sem ser altivo, grosseiro ou desdenhador.

13. Só posso agradar a Deus pelo recolhimento, fervor e virtudes sólidas, que o santo exercício da oração alimenta; nada pois devo descurar para as adquirir.

14. Só devo procurar a glória de Deus, a minha santificação e a salvação do meu próximo; a isso pois me devo dedicar, até com sacrifício da minha vida, se tanto for necessário.

15. Sou padre: o meu dever é inspirar a virtude, e glorificar a Jesus Cristo, Sacerdote eterno.

Do livro "A Selva" de Santo Afonso Maria de Ligório, por Vocacionado Lucas Silva (Org.)

Futuros Padres | Site Oficial Designer de Templateism | Blogger Templates Copyright © 2014

Imagens de tema por richcano. Tecnologia do Blogger.